FANDOM


O Fogo dos Céus foi um rastro de chamas que riscou o céu durante a Era Negra e chocou-se violentamente com o solo em Dracônia, alterando o clima do mundo e trazendo os primeiros dragões a Kishara.

História Editar

No ano 1328 da Era Negra, um rastro de fogo pôde ser visto cruzando os céus. Existem relatos de povos que habitavam regiões muito distintas do mundo falando disso. Especula-se que Ansur irritou-se com algo que Kishara lhe fez e arremessou dos céus um enorme pedaço de rocha.

A coluna de fogo irrompeu pela atmosfera e caiu, atingindo o norte de Dracônia. O impacto foi ouvido a milhares de quilômetros de distância. A onda de choque varreu centenas de quilômetros, destroçando tudo em seu caminho. Do interior da cratera formada, a única coisa intacta era o que o Fogo dos Céus trouxe com ele: os primeiros ovos de dragão.

Com o impacto e destruição em Dracônia, a civilização metadília local entrou em declínio, o que se tornou pior séculos mais tarde, quando os dragões começam a jorrar em revoadas sobre o continente.

O Fogo dos Céus mudou o clima do mundo, mas não em padrões previsíveis. A maioria das alterações foi arcana em essência. Por um século, chuvas ácidas despencaram sob Pomóvia. Não de maneira contínua, mas suficiente para matar a vegetação e fazer com que os anões procurassem abrigo onde podiam. Os antigos mausoléus e catacumbas escavados nas rochas das montanhas começaram a servir de moradia permanente e as primeiras fortalezas datam destes tempos.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.